Ministro italiano renovará pedido de extradição de Battisti

Battisti foi condenado por assassinato na Itália Nacho Doce/Reuters - 13.3.2015 Em sua conta do Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, agradeceu ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, pela manifestação de apoio à vitória e afirmou que "o presente está chegando" — uma referência à promessa de extradição do ex-militante de esquerda italiano Cesare Battisti, condenado por assassinato na Itália. "O presente está chegando! Obrigado pelo apoio, a direita fica mais forte", escreveu Eduardo. Mais cedo, Salvini saudou a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial do Brasil e afirmou que aguarda a extradição de Battisti. "No Brasil os cidadãos expulsaram a esquerda! Bom trabalho para o presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e governo será ainda mais forte", escreveu o líder populista de direita no Twitter. "E depois de anos de discursos vãos, pediria que reenvie para Itália o terrorista vermelho Battist..

Poluição mata 633 crianças por ano no Brasil

A poluição do ar em São Paulo Luiz Guarnieri/05.05.2014/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo Pelo menos 633 crianças menores de 5 anos morrem por ano no Brasil vítimas de complicações relacionadas à poluição, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (29), pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com dados de 2016. Em todo o mundo, o número de crianças dessa faixa etária vítimas do problema chega a 543 mil. De acordo com a OMS, 93% das crianças e adolescentes do mundo (o equivalente a 1,8 bilhão de pessoas) respiram diariamente ar com nível de poluição capaz de colocar a saúde em risco. As partículas tóxicas provocam ou agravam problemas respiratórios que, em alguns casos, podem ser fatais. Segundo especialistas, o impacto do ar de má qualidade tem início já na gestação, com o aumento da probabilidade de mulheres darem à luz prematuramente. "Desde o desenvolvimento fetal, a criança já sofre os efeitos da poluição. O poluente é muito nocivo para a saúde, porque o efeito n..

PT se reúne em São Paulo para primeira avaliação após as eleições

Haddad perdeu para Bolsonaro no segundo turno Fábio Vieira/ Fotorua/ Estadão Conteúdo - 28.10.2018 Dois dias depois do segundo turno das eleições em que o candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), foi derrotado, a Comissão Executiva Nacional do PT se reúne nesta terça-feira (30) em São Paulo. Será a primeira reunião de avaliação após a vitória do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Nas redes sociais e no site do partido, a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PR), eleita para a Câmara dos Deputados, reafirmou que é necessário “erguer a cabeça” e manter a luta. “Uma derrota eleitoral não pode significar a derrota da Constituição e democracia brasileira”, disse Gleisi, em vídeo gravado após a divulgação do resultado oficial no último dia 28. “[Temos de] erguer a cabeça e lutar porque essa é a nossa trincheira.” Veja também Bolsonaro presidente: Temor pelo futuro da democracia é 'choro de perdedores', diz Mourão 'Só existe um ..

Bolsonaro presidente: Temor pelo futuro da democracia é ‘choro de perdedores’, diz Mourão

Mourão diz que ser o contrário de um 'vice decorativo' EPA/ BBC NEWS BRASIL As manifestações de temor pelo futuro da democracia brasileira são "choro de perdedores". Assim as classificou o vice-presidente eleito general Hamilton Mourão, em entrevista à BBC News Brasil. A partir de janeiro, o general estará ao lado de Jair Bolsonaro (PSL) na liderança do país após a vitória na eleição de domingo. Falando na sede paulistana de seu partido, o PRTB, o militar afirmou que as preocupações externadas por jornais e personalidades de fora do país são um "desserviço" prestado por seus adversários, insinuando que teriam sido provocados por uma "rede de contatos" de pessoas ligadas à campanha de Fernando Haddad, do PT. Mourão, que já anunciou não pretender ser um "vice decorativo" — descrição usada por Michel Temer para expressar sua mágoa com Dilma Rousseff antes do impeachment da petista —, disse que quer participar ativamente do governo. Como exemplo, cita a criação de "pequenos ..

Bolsonaro faz reunião de trabalho no Rio para definir transição

Núcleo duro deve participar da reunião Reprodução/RecordTV - 29.10.2018 O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deve fazer nesta terça-feira (30) a primeira reunião de trabalho com aliados mais próximos para definir os rumos do governo de transição. O deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), confirmado para a Casa Civil, apresentará os dados coletados durante reuniões em Brasília com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, que coordena a equipe de transição do governo Michel Temer. O próprio Onyx confirmou a reunião. A previsão inicial era de que Bolsonaro viajasse para Brasília nesta terça. Mas na segunda-feira (29) o presidente eleito disse que irá à capital na próxima semana e que a “primeira pessoa” que pretende encontrar é Temer. Na reunião desta terça, no Rio de Janeiro, a expectativa é de que participem os integrantes do chamado “núcleo duro”, que são os assessores mais próximos de Bolsonaro. Além de Onyx, devem estar presentes o general da reserva Augusto Helen..

Polícia Federal aumenta segurança de  Jair Bolsonaro

Bolsonaro terá proteção de 55 agentes e dois delegados Reprodução/RecordTV A Polícia Federal definiu a nova equipe de segurança que vai atuar na proteção do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). A partir de agora, a proteção ao futuro presidente passa a seguir o protocolo de segurança número 5 que é dispensado para chefes de Estado. Bolsonaro é o 3º militar eleito presidente pelo voto direto A equipe de segurança formada por 55 policiais federais, com possibilidade de ser aumentada caso seja necessário, também atuará na proteção da família de Bolsonaro, em sua residência e no gabinete de transição. Bolsonaro vai convidar Moro para o Ministério da Justiça A partir desta segunda-feira (29) até o dia 1 de janeiro, data da posse, o presidente eleito terá na coordenação de sua segurança o delegado Alexandre Ramagem. Já o delegado Daniel França desempenhará a função de coordenador de ligação entre a PF e a equipe de Bolsonaro. Ramagem foi o titular da investigação que d..

Prazo para justificar ausência no 2º  turno vai até 27 de dezembro

Prazo para justificar voto termina no dia 27 de dezembro Alan Marques/Folhapress Os eleitores que não compareceram ao local de votação neste domingo (28) e não justificaram a ausência no segundo turno ainda podem regularizar a situação eleitoral até dezembro. Para onde vai o dinheiro da multa eleitoral? Os ausentes do primeiro turno, realizado em 7 de outubro, tem até de de dezembro para justificar por que não compareceram à votação. Para os que se ausentaram no segundo turno, o prazo vai até 27 de dezembro. A justificativa pode ser feita mediante o preenchimento de um requerimento disponível no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que deve ser entregue pessoalmente em qualquer cartório eleitoral ou enviado por via postal ao juiz da zona eleitoral na qual é inscrito. Além do formulário, o eleitor deve entregar documentação que comprove a impossibilidade de comparecimento na votação. Pela internet, o eleitor pode justificar a ausência usando o Sistema Justifica nas pági..

Um dia após eleição, Alckmin liga para cumprimentar Doria

Geraldo Alckmin ligou para João Doria Edu Garcia/R7 - 30.9.2018 O ex-governador Geraldo Alckmin, presidente nacional do PSDB, telefonou na tarde desta segunda-feira (29) para João Doria, eleito governador de São Paulo nas eleições 2018. Alckmin disse que está em seu sítio em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, e não ligou antes porque o sinal de celular pega mal no local. Após vitória, Doria cita Bolsonaro e diz que irá unir SP com o Brasil Nesta segunda-feira (29), João Doria também conversou com o governador Márcio França (PSB). O tucano avisou que seu vice, Rodrigo Garcia (DEM), vai coordenar a transição. França então informou que vai tirar alguns dias de descanso para se recuperar de uma pneumonia. "A conversa (com Alckmin) foi boa, positiva, de cumprimentos. Ele se desculpou (por não ter ligado no domingo). Disse que está no sítio e pega mal o telefone lá. Enfim, eu aceitei. Acredito que pegue mal mesmo o telefone em Pinda", disse Doria à reportagem. Doria vence no interio..

Financiamento de imóveis de até R$ 1,5 milhão começa nesta terça-feira

CMN antecipa limite de r$ 1,5 mi para financiar imóveis Marcus Leoni/Folhapress Prevista para entrar em vigor em janeiro, a elevação dos limites de financiamento de imóveis pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação) foi antecipada para esta terça-feira (30). A decisão é do CMN (Conselho Monetário Nacional). Especialista dá dicas de como comprar o primeiro imóvel Com a medida, os mutuários poderão financiar imóveis de até R$ 1,5 milhão com juros menores que as taxas de mercado, em todo o país. Atualmente, o teto para financiamentos do SFH corresponde a R$ 950 mil nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e no Distrito Federal. No resto do país, o limite de financiamento é R$ 800 mil. Concedidos com recursos do FGTS e da poupança, os financiamentos do SFH cobram juros de até 12% ao ano. Acima desses valores, valem as normas do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), com taxas mais altas e definidas livremente pelo mercado. Segundo o chefe do Departamento de Regulação ..

TSE conclui apuração de 100% das urnas no segundo turno

Elza Fiúza/Agência Brasil O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) terminou nesta segunda-feira (29) a totalização de 100% das seções eleitorais do segundo turno das eleições. Até a madrugada de hoje, faltava apurar o resultado de cinco urnas no Amazonas. A atualização final do sistema de apuração ocorreu às 15h27. Neste segundo turno das eleições foram escolhidos, além do novo presidente da República, governadores de 13 Estados e do Distrito Federal. Conforme o resultado final, Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente da República com 55,13% dos votos válidos, o equivalente a 57,7 milhões de votos. O candidato do PT, Fernando Haddad, ficou em segundo lugar e recebeu 44,87% dos votos, que equivalem a 47 milhões. A contagem final também mostra que 115,9 milhões (78,70%) de eleitores compareceram para votar. A abstenção foi de 21,3% (31,3 milhões). Houve 2,4 milhões de votos em branco e 8,6 milhões de nulos.

Esteja conectado

0FãsCurtir
1,371SeguidoresSeguir
7,793InscritosInscrever
- Advertisement -

Últimas postagens

Após eleição, Gustavo Bebianno deixa chefia do PSL

Bebianno volta a ser vice-presidente do partido César Sales/ Am Press & Images/ Estadão Conteúdo - 28.10.2018 O advogado Gustavo Bebianno deixou a presidência do PSL horas depois de o partido eleger Jair Bolsonaro para a Presidência da República. A saída de Bebianno do cargo foi publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial e o posto voltará a ser ocupado por Luciano Bivar (PSL-PE), que havia se afastado da direção da sigla. Reeleito deputado federal, Bivar quer se cacifar para disputar a Presidência da Câmara. Bivar estava afastado do comando do partido para se dedicar à sua campanha vitoriosa a deputado federal por Pernambuco e, por isso, estava em seu lugar Gustavo Bebianno, considerado o braço direito do presidente eleito. "O Bebianno é dedicado e fez bem o seu papel, atingindo o objetivo do partido de eleger Bolsonaro. Agora, o PSL precisa tomar corpo como partido político alinhado a Bolsonaro", disse Bivar à reportagem do Estadão/Broadcast. Segundo Biv..

Declarações de Paulo Guedes sobre Mercosul surpreendem membros do bloco

'A pergunta é se vamos comercializar somente com a Argentina? Não. (...) O Mercosul não é prioridade', disse Guedes AFP/ BBC NEWS BRASIL As declarações do futuro ministro da área econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, geraram surpresa e desconcerto nos membros do Mercosul. Durante uma entrevista no domingo, no Rio de Janeiro, Guedes disse que a Argentina e o Mercosul "não são prioridade" para o futura gestão do Brasil. Que a prioridade, disse, será comercializar com todo o mundo, como publicou a imprensa argentina. O economista afirmou ainda que o Mercosul é "muito restritivo, que o Brasil ficou prisioneiro de alianças ideológicas e isso é ruim para a economia". Ele também disse que o bloco, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, só negociava com quem tinha "inclinações bolivarianas", mas que isto não ocorreria mais a partir da presidência de Bolsonaro. Quando a correspondente do jornal argentino Clarín, Eleonora Gosman, per..

Ministro italiano renovará pedido de extradição de Battisti

Battisti foi condenado por assassinato na Itália Nacho Doce/Reuters - 13.3.2015 Em sua conta do Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, agradeceu ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, pela manifestação de apoio à vitória e afirmou que "o presente está chegando" — uma referência à promessa de extradição do ex-militante de esquerda italiano Cesare Battisti, condenado por assassinato na Itália. "O presente está chegando! Obrigado pelo apoio, a direita fica mais forte", escreveu Eduardo. Mais cedo, Salvini saudou a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial do Brasil e afirmou que aguarda a extradição de Battisti. "No Brasil os cidadãos expulsaram a esquerda! Bom trabalho para o presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e governo será ainda mais forte", escreveu o líder populista de direita no Twitter. "E depois de anos de discursos vãos, pediria que reenvie para Itália o terrorista vermelho Battist..