Início Autores Posts por Editorial

Editorial

1329 POSTS 0 COMENTÁRIOS

Esteja conectado

0FãsCurtir
1,371SeguidoresSeguir
7,793InscritosInscrever
- Advertisement -

Últimas postagens

Após eleição, Gustavo Bebianno deixa chefia do PSL

Bebianno volta a ser vice-presidente do partido César Sales/ Am Press & Images/ Estadão Conteúdo - 28.10.2018 O advogado Gustavo Bebianno deixou a presidência do PSL horas depois de o partido eleger Jair Bolsonaro para a Presidência da República. A saída de Bebianno do cargo foi publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial e o posto voltará a ser ocupado por Luciano Bivar (PSL-PE), que havia se afastado da direção da sigla. Reeleito deputado federal, Bivar quer se cacifar para disputar a Presidência da Câmara. Bivar estava afastado do comando do partido para se dedicar à sua campanha vitoriosa a deputado federal por Pernambuco e, por isso, estava em seu lugar Gustavo Bebianno, considerado o braço direito do presidente eleito. "O Bebianno é dedicado e fez bem o seu papel, atingindo o objetivo do partido de eleger Bolsonaro. Agora, o PSL precisa tomar corpo como partido político alinhado a Bolsonaro", disse Bivar à reportagem do Estadão/Broadcast. Segundo Biv..

Declarações de Paulo Guedes sobre Mercosul surpreendem membros do bloco

'A pergunta é se vamos comercializar somente com a Argentina? Não. (...) O Mercosul não é prioridade', disse Guedes AFP/ BBC NEWS BRASIL As declarações do futuro ministro da área econômica do governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, geraram surpresa e desconcerto nos membros do Mercosul. Durante uma entrevista no domingo, no Rio de Janeiro, Guedes disse que a Argentina e o Mercosul "não são prioridade" para o futura gestão do Brasil. Que a prioridade, disse, será comercializar com todo o mundo, como publicou a imprensa argentina. O economista afirmou ainda que o Mercosul é "muito restritivo, que o Brasil ficou prisioneiro de alianças ideológicas e isso é ruim para a economia". Ele também disse que o bloco, formado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, só negociava com quem tinha "inclinações bolivarianas", mas que isto não ocorreria mais a partir da presidência de Bolsonaro. Quando a correspondente do jornal argentino Clarín, Eleonora Gosman, per..

Ministro italiano renovará pedido de extradição de Battisti

Battisti foi condenado por assassinato na Itália Nacho Doce/Reuters - 13.3.2015 Em sua conta do Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente eleito, Jair Bolsonaro, agradeceu ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, pela manifestação de apoio à vitória e afirmou que "o presente está chegando" — uma referência à promessa de extradição do ex-militante de esquerda italiano Cesare Battisti, condenado por assassinato na Itália. "O presente está chegando! Obrigado pelo apoio, a direita fica mais forte", escreveu Eduardo. Mais cedo, Salvini saudou a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial do Brasil e afirmou que aguarda a extradição de Battisti. "No Brasil os cidadãos expulsaram a esquerda! Bom trabalho para o presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e governo será ainda mais forte", escreveu o líder populista de direita no Twitter. "E depois de anos de discursos vãos, pediria que reenvie para Itália o terrorista vermelho Battist..